quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

100 BAHT (2002): CENTENÁRIO DA EMISSÃO DAS CÉDULAS TAILANDESAS


O Banco da Tailândia para celebrar seu centenário, emitiu em 9 de setembro de 2002 uma cédula comemorativa, que traz no reverso a reprodução de uma antiga cédula (100 ticals de 1902 – P.12a1), da primeira série, emitida pelo Governo do então Reino do Sião[1].
Em 1902 foram emitidos os seguintes valores: 5 (P.9), 10 (P.10), 20 (P.11), 100 (P.12) e 1000 (P.13) ticals. Foram impressos na Inglaterra por Thomas de La Rue &Company (TDLR), tradicional empresa inglesa impressora de cédulas bancárias.
Na cédula comemorativa de 2002, podemos ver as imagens do Rei Chulalongkorn (Rama V) e de Bhumibon Adulyadej (Rama IX) em trajes ocidentais.
Ao que tudo indica, esta cédula é única no gênero, ou seja, que reproduz outra cédula na integra. Interessante notar que a cédula reproduzida no reverso havia sido gravada originalmente pela Thomas de La Rue & Company (TDLR) e a nova estampa foi gravada pela Thai Banknote PrintingWorks (TBPW), empresa tailandesa de impressão, inaugurada em 1969.

  



Figura 1 – Cédula de 100 bath, P.110 – ND (2002)

2002 – Emissão Comemorativa
P.110 – 100 baht. ND (2002) Anverso: Marrom e azul ardósia sob fundo policrômico. Os reis Rama V e Rama IX à esquerda. Assinatura: 74. Reverso: azul ardósia em fundo verde. Acima, no centro, Brasão de Armas. Marca d`água: Detalhe do Brasão de Armas do Sião – três elefantes. Impressão fac-símile de P.12a1 (100 ticals – 1902-1908). Apresenta fio de segurança, fibras luminescentes e impressão do valor em alto-relevo. Dimensões: 165 mm X 105 mm. Impressao: Thai Banknote Printing Works. Quantidade impressa: 9.999.999 exemplares

 1902 – 1ª Emissão das cédulas tailandesas (Governo do Sião)
Emissão de 1902, série 1
Valores: 5 (P.9),10 (P.10), 20 (P.11), 100 (P.12) e 1000 Ticals (P.13)




Figura 2 – Cédula de 100 ticals, P.12a3 – 1902


P.12a3 – 100 ticals (1902-25) Unifacial: Marron sobre fundo amarelo (descrição do World Paper Money, General Issues). Acima, no centro, Brasão de Armas. Marca d`água: Detalhe do Brasão de Armas do Sião – três elefantes. Impressão: Thomas de La Rue & Company – Londres (TDLR). Esta cédula vem expressa em tailandês (no centro), em chinês (à esquerda), em jawi[2] (à direita) e ainda traz a data e o valor também em inglês. Apresenta também a numeração arábica além da tailandesa.  
Obs.: O Catálogo World Paper Money (General Issues), aponta a existência de três assinaturas diferenciadas para esta cédula, ou seja, P. 12a1, P.12a2 e P.12a3. Como não encontramos nenhuma imagem referente à P.12a1 para comparação, utilizamos a imagem da P.12a3, que difere na cor, nas assinaturas e no fundo de segurança. 

_________________________________________________________________________________


Informações sobre o país:
Nome oficial: Reino da Tailândia
Capital: Bangkok
Superfície : 514 000 km2 (classificação 50e)
Moeda: bath (THB)
Taxa de Câmbio: 1 US$ = 36,17 THB (4/1/2016)
Língua oficial: tailandês.
Outras línguas faladas: chinês, malaio, khmer...
População total: 66 720 153 habitantes (2011)
Densidade: 122 hab./km2  
IDH (2013) 0,690 (médio) classificação 103e
Regime de Governo: Monarquia Constitucional
Índice de Democracia: Regime Híbrido – classificação 93e – 2014 (Economist Itelligence Unit)



Figura 3 – Mapa da Indochina mostrando a Estrada de Ferro Burma-Sião-China, in The Scottish Geographical Maganize, 1886. (Fonte: LEARN NC)   



Bibliografia:




- Standard Catalog of World Paper Money, General Issues, 1368-1960. Albert Pick - Edited by George S. Cujay. Iola/USA: Krause Publications, 12 th edition, 2008.

- Standard Catalog of World Paper Money, Modern Issues 1961-Present. Albert Pick - Edited by George S. Cujay. Iola/USA: Krause Publications, 20 th edition, 2014. 

- Wikipédia

Autor: Marcio R. Sandoval (sterlingnumismatic@hotmail.com)





[1]Em 23 de junho de 1939 o Reino do Sião passou a se chamar Tailândia.
[2] É uma versão do alfabeto árabe utilizada para a escrita do idioma malaio. Foi o alfabeto padrão do malaio até ser substituído pela versão local do alfabeto latino, sendo atualmente utilizado exclusivamente para propósitos religiosos e culturais. (fonte: Wikipédia)