domingo, 28 de dezembro de 2008

“ALMANAK” LAEMMERT



O ALMANAQUE LAEMMERT E O
PROJETO DE DIGITALIZAÇÃO DA UNIVERSIDADE DE CHICAGO


O Almanak Laemmert ou Almanaque Administrativo, Mercantil e Industrial do Rio de Janeiro (1844-1889) faz parte de um projeto de digitalização de documentos Latino-Americanos (Latin American Microform ProjectLAMP) do Centro de Pesquisa de Bibliotecas da Universidade de Chicago, patrocinado pela Fundação Andrew W. Mellon. Dentre os documentos digitalizados podemos encontrar:

- Documentos do Poder Executivo do Governo do Brasil (1821-1993)Mensagens Executivas (1889-1993)Relatórios Ministeriais (1821-1960)- Documentos dos Governos das Províncias (1830-1889)
- Almanaque Laemmert (1844-1889)
O Almanak Laemmert foi publicado pelos irmãos Laemmert (Eduard e Heinrich Laemmert) imigrantes alemães fundadores da Laemmert e & C. (Livraria universal e Tipografia) estabelecidos no Rio de Janeiro em 1833. A Livraria Universal fechou suas portas em 1909 após um incêndio que destruiu sua biblioteca e arquivos. O direito de publicação do Almanaque foi vendido e em 1942 outro incêndio veio a por fim à publicação. Os almanaques traziam informações de cunho administrativo, financeiro e comercial entre outras. Ao que concerne, por exemplo, à Casa da Moeda, já no 1° volume (1844 – pg.163/164) temos notícias sobre sua localização, na Rua do Sacramento no Rio de Janeiro. Tinha como Provedor Camillo João Valdetaro, traz ainda os nomes dos ocupantes dos seguintes cargos: Escrivão da Balança, Tesoureiro, Escriturários, Fieis da Balança, Mestre de Fundição, Fundidores, Mestre da Ferraria, Guarda Cunhos, Cunhador, Ajudante, Primeiro Ensaiador, Ajudantes de Ensaio, Primeiro Abridor, Segundo Abridor, Oficial de Abridor, Porteiro e Contínuo. Da Caixa de Amortização traz o nome do Inspetor Geral Francisco Cordeiro da Silva Torres e dos demais cargos, Contador, Tesoureiro, Corretor, Escriturários, Porteiro, Tesoureiro, Ajudante, Conferentes, Trocadores, Primeiro Escriturário, Segundos Escriturários, Amanuenses e Contínuo.
A
Biblioteca Nacional disponibiliza os mesmos almanaques digitalizados pela Universidade de Chicago em arquivos DjVu, que podem ser mais facilmente consultados.
Alguns volumes podem ainda ser consultados no
Google.
1851, 1852 e 1853.