terça-feira, 5 de novembro de 2013

BRASIL – FOTOS ANTIGAS – ANOS 50


Estação da Luz em São Paulo. É bem provável que esta foto tenha sido tirada nos anos 20 ou 30, em consideração aos automóveis que nela aparecem. A Estação da Luz foi construída em 1901 pela São Paulo Railway Co., companhia com sede em Londres. Todo o material de construção foi importado da Inglaterra. Na legenda da foto[1] temos: “A bela Estação da Luz serve São Paulo. São Paulo é a terceira maior cidade da America do Sul e a metrópole do centro-sul do Brasil, região famosa pela produção de café. Uma boa quantidade de belas casas é de propriedade de ricos fazendeiros. É uma cidade das mais atraentes com suntuosos edifícios públicos e magníficos parques, onde crescem, lado a lado, plantas de diversas regiões”


Estrada de Ferro São Paulo-Santos. Na legenda temos: “A pequena estrada de ferro entre São Paulo e Santos não há que seis milhas de comprimento, mas ela escala uma rampa muito escarpada. São Paulo é um dos centros cafeeiros mais importantes do mundo e Santos lhe serve de porto. Navios chegam todos os dias para serem carregados. Esta pequena estrada de ferro é um dos mais ocupadas do país.”


Vista do Rio de Janeiro a partir do Monte Santa Teresa. Na legenda temos: “Nos vemos através das árvores o “Pão de açúcar” cone rochoso de mais de 1200 pés de altura que fica como uma sentinela na entrada do porto. A baia é tão grande que os primeiros exploradores pensavam se tratar de um estuário de um rio que eles denominaram Rio de Janeiro.”   


Pedra da Gávea. Na legenda temos: “O Rio de Janeiro é considerado por muita gente a cidade mais bela do mundo. Ela foi construída em vales rodeados de colinas acidentadas e curiosamente formadas, uma das mais majestosas é a pedra da Gávea que nos vemos aqui deste promontório coroado de palmeiras, entrecortado por uma lagoa azul, no subúrbio sudoeste.”


Plantação e Colheita de Café em São Paulo – Fazenda Guatapará. Na legenda temos: Em São Paulo, as plantações de café, ou fazendas, cobrem milhas e milhas sobre as colinas onduladas, esta que vemos, são de linhas de arbustos verdes, sobre um solo da cor de tijolo vermelho. A Fazenda Guatapará, que nos vemos aqui, contem cerca de dois milhões de pés de café, e 4.000 empregados e trabalhadores. Do fim de abril até junho, é a época da colheita; homens, mulheres, crianças, todo mundo participa da colheita dos grãos vermelhos. Na pequena foto acima temos colhedores de café no trabalho.”



Lavagem dos grãos de café para retirar o arilo.


Numa fazenda os secadores ocupam muitos acres.


Eles espalham os grãos no solo para que sequem ao sol.


Rua Paissandu no Rio de Janeiro. Na legenda temos: “Anteriormente, no Brasil, não existiam palmeiras reais, embora houvesse outras variedades nativas. Há um pouco mais de um século, vieram da Europa as sementes da palmeira real que foram plantadas no Jardim Botânico; as árvores nascidas destas sementes vivem ainda hoje, e são a elas que o Rio deve as palmeiras graciosas de suas ruas.”

Obs.: As palmeiras da Rua Paissandu, no bairro do Flamengo e Laranjeiras, no Rio de Janeiro foram plantadas em 1865 a pedido do Imperador D. Pedro II a fim de criar uma entrada monumental para o Palácio Guanabara (residência da Princesa Isabel).


Porto dos grandes navios no Rio de Janeiro. Na legenda temos: “Não é fácil de acreditar, mas é um fato: os comandantes dos navios e os viajantes, anteriormente, evitavam sistematicamente o Rio de Janeiro. A malária era endêmica e havia terríveis epidemias de febre amarela. Em 1903 e 1904, a cidade foi saneada e reconstruída em grande parte. Conjuntos de casas inteiras foram demolidos para dar lugar à Avenida Rio Branco e para a construção do novo porto. Gruas elétricas foram instaladas para manobrar as cargas. Ao longo do porto foram construídos magníficos prédios de apartamento de arquitetura moderna.”   


O Palácio Monroe é o capitólio do Brasil. Na legenda temos: “O Senado do Brasil tem a sede em um grande edifício branco que foi construído como pavilhão do Brasil para a Exposição de Saint-Louis em 1904. Após a exposição, o palácio foi desmontado para ser transportado para o Rio de Janeiro e depois, reedificado no local onde a Avenida Rio Branco encontra a Avenida Beira Mar, na borda da baia.”

Obs.: O Palácio construído para a Exposição de Saint-Louis, depois de desmontado, não foi transportado inteiramente para o Rio de Janeiro, sendo que seguiu por navio apenas a estrutura metálica, a custo de grandes despesas e dificuldades.


 Uma avenida única em seu gênero. Na legenda temos: “Aqui esta a Avenida Rio Branco que remonta ao Palácio Monroe no Rio de Janeiro. Cada rua é calçada de pedras brancas e pretas de um desenho diferente. As ruas são muito bem cuidadas. A par do Palácio Monroe, outros edifícios, como a Biblioteca Nacional e o Museu Nacional de Belas Artes se situam nesta avenida.”

Obs.: Esta foto se encontra no volume de 1955.



Avenida Rio Branco. “Aqui vemos a mais bela rua do Rio de Janeiro, com os jardins muito bem cuidados e algumas de suas belas árvores. As calçadas de mosaicos são de diferentes modelos a cada quadra. Existem numerosos edifícios famosos nesta avenida.”



 A antiga capital do Brasil. “A ruas da Bahia são ricas em cores e pitorescas como as de Portugal. Pequenas mulas escalam penosamente as ruas abruptas e sinuosas, que conduzem a cidade baixa à cidade alta. Aqui temos em primeiro plano o setor comercial e mais ao fundo o porto.


Teatro Amazonas. “A célebre Ópera de Manaus. A cidade de Manaus possui belos edifícios. Aqui podemos ver a charmosa ópera, no momento desocupada. Como a Avenida Rio Branco no Rio de Janeiro, o calçamento é feito de magníficos mosaicos dispostos em desenhos complicados. A cidade de Manaus é o centro produtor de  borracha mais importante da América do Sul.”


Cais no Rio Negro. “Em Manaus sobre o Rio Negro é necessário que o cais seja flutuante. Este grande cais em forma de T foi construído sobre flutuadores de modo que possa subir e descer conforme o nível da água do rio, que durante a época de chuvas pode se elevar a trinta ou mesmo cinqüenta pés. Gigantescas dobradiças ligam o cais a terra.”


Prefeitura de Santos. “A prefeitura de Santos é o edifício dominante no centro comercial. É o maior porto de exportação de café do mundo, Santos é também o principal porto de São Paulo, o Estado mais rico do Brasil.”

Esta foto se encontra no volume de 1955.


Ponte ligando Cachoeira e São Félix na Bahia. “Esta ponte de duzentos pés sobre o rio Paraguaçu serve a ferrovia e para a circulação de carros entre as cidades de Cachoeira e São Félix na Bahia. Neste ponto o rio é suficientemente profundo para permitir a navegação que escoam a produção de tabaco em direção a costa. Cachoeira é a maior destas duas cidades e que envia também açúcar para exportação.”   

Obs.: Esta foto se encontra no volume de 1955.


Ouro Preto. “Uma cidade nas montanhas de Minas Gerais. Em torno de 1700, estas ruas íngremes viram um frenesi da corrida do ouro. Ouro Preto significa “Or noir” em português; a cidade se encontra em uma região rica em recursos minerais.”

Obs.: Esta foto se encontra no volume de 1955.

Estas fotos provêm da seguinte publicação: Pays e Nations. Amérique Latine. Tomo VII. Montréal: La Société Grolier Quebec Limitée (The Grolier Society Inc.USA)., 1951, P.169-192.

Obs.: A sociedade Grolier responsável por esta edição era uma das maiores editoras americanas de enciclopédias. 


[1] Pays e Nations. Amérique Latine. TomoVII. Montréal: La Société Grolier Quebec Limitée (The Grolier Society Inc.USA)., 1951, P.169-192.