sábado, 19 de março de 2011

HISTOIRE MÉTALLIQUE DES XVII PROVINCES DES PAYS BAS – VAN LOON




frontispício da edição francesa da Histoire Méttallique des Pays-Bas, de 1732. (clique na imagem para ampliar)
edição em holandês:
Beschryving der nederlandsche historipenningen, of beknopt verhaal van't gene sedert de overdracht der heerschappye van Keyzer Karel den vyfden op Koning Philips zynen zoon, tot het sluyten van den Uytrechtschen Vreede, in de zeventien Nederlandsche Gewesten is voorgevallen. Gerard Van Loon. Lahaye: P.Gosse, J.Neaulme et P. De Hondt, 5V., 1723 à 1731.
edição em francês:
Histoire Métallique des XVII Provinces des Pays Bas, depuis l'abdication de Charles-Quint, jusqu'a la Paix de Bade en MDCCXVI. Gerard Van Loon. Le Haye : P.Gosse, J.Neaulme et P. De Hondt, 5V., 1732 et 1737.
Em português teríamos (tradução do titulo em francês): História Metálica das XVII Províncias dos Países Baixos, depois da abdicação de Carlos V, até a Paz de Baden em MDCCXVI (1716). Gerard Van Loon. Haia: P.Gosse, J.Neaulme et P. De Hondt, 5V., 1732 à 1737.
Gerard Van Loon (Delft-1683; Leiden-1758)
O autor da "Histoire Métallique des XVII Provinces des Pays Bas" consagrou a maior parte de sua vida a duas grandes paixões: a história e a numismática. Redigiu esta obra colossal em 5 volumes, originalmente em holandês. O primeiro volume saiu em 1723, seguido de dois outros em 1726 e 1731. A tradução francesa é de 1732 (V1 a 3), 1736 (V4 e 5). Obra de referência e testemunho notável de erudição numismática. Agrupa mais de 3000 mil moedas e medalhas, na maioria das vezes com a ilustração da respectiva peça. As moedas e as medalhas são classificadas por ordem cronológica e contam com texto explicativo que as remetem ao contexto histórico pertinente. O título imponente da obra faz jus ao conteúdo.
Gerard Van Loon escreveu outras obras das quais podemos citar: História antiga da Holanda (1734) e o Tratado do antigo governo holandês (1744).
No que concerne ao Brasil, acreditamos que esta obra seja a primeira a mencionar moedas brasileiras, quais sejam, os florins ou ducados cunhados pela Companhia das Índias Ocidentais – GWC. Nesta obra também temos as medalhas holandesas relacionadas direta ou indiretamente à História do Brasil.
Esta obra permaneceu fora do alcance do grande público e recentemente, graças a internet, é possível ter acesso aos volumes, vejamos:
4º Volume em holandês (formato em pdf)

Autor: Marcio R. Sandoval (sterlingnumismatic@hotmail.com)