domingo, 14 de novembro de 2010

BRADBURY WILKINSON & CO.



Fig. 1 – Marca da empresa impressora contida na cédula de 1000 riels (P. 17) do “Banque Nationale du Cambodge” (1973).


Empresa inglesa que se dedicava à gravação e impressão de papeis de segurança, cédulas, selos postais e ações.
A companhia foi criada por Henry Bradbury (1831-1860) em 1856.
Em 1861 foi constituída a sociedade Bradbury Wilkinson & Co., em New Malden, no Surrey, onde ele permaneceu até 1986, quando a empresa foi adquirida pela também inglesa De La Rue.
Em 1983 criou uma cédula de polímero, produzido pela Dupon. Este material foi utilizado na cédula de 1 libra da Ilha de Man de 1983 (P.38).
Em relação ao Brasil, esta empresa imprimiu bilhetes para o Banco do Maranhão (1857-1893), da 1ª e 2ª séries (1858-1861) e da 3ª série (1862), no total de 18 estampas[1]. Estes bilhetes são todos muito raros.
Para o Tesouro Nacional esta empresa imprimiu 8 estampas, de 1900 a 1902. Estas não foram divididas em séries.
Em 1903 a American Bank Note Company (ABNC°) comprou esta companhia e a manteve como filial independente.
Abaixo apresentamos alguns trabalhos interessantes realizados por esta empresa:

[1] As emissões deste banco carecem de confirmação, existem reproduções de apenas 3 destes bilhetes, sendo um da 1ª série (20$000 réis) e dois da 3ª (50$000 e 200$000 réis).


Fig. 2 – Anverso da cédula de 50 pesetas da Espanha (P.75b), de 1928, representado o Museu do Prado em Madri e o pintor Diego Velásquez. Na margem branca da cédula, em caracteres reduzidos, temos a marca da empresa impressora, “Bradbury Wilkinson Y CA Grabradores, New Malden, Surrey, Inglaterra”. (clique para ampliar)


Fig. 3 – Reverso da cédula de 50 pences da Ilha de Man (P.33a), na margem vemos o nome da empresa impressora “Bradbury Wilkinson & Co.LD New Malden, Surrey, England”. (clique para ampliar)


Fig. 4 – Bilhete de 200$000 réis (duzentos mil réis) do Banco do Maranhão, da 3ª série (1862-1887[1]) 220 x 125 mm (P.S430). Cores: Preto e azul sobre papel branco. O nome da empresa impressora “Bradbury Wilkinson & Co London”encontra-se no canto inferior esquerdo. Esta cédula é unifacial, à esquerda temos a Alegoria do Comércio, com Mercúrio. Bilhete (uma “Amostra”) reproduzido da obra de Julius Meili, O Meio Circulante no Brasil, Tomo III, A Moeda Fiduciária no Brasil, Estampa 91, n° 343*, de 1903. (clique ampliar)

Veja um artigo sobre a empresa De La Rue.
[1] Data aproximada.

Autor: Marcio R. Sandoval (sterlingnumismatic@hotmail.com)